quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Tradução de Canção #005 - “Quella Fiamma che m’accende”, Marcello

“Quella Fiamma che m’accende”, de Benedetto Marcello

Música: Benedetto Marcello (Veneza, Itália 1686 – Bréscia, Itália 1739)
(A canção foi sempre atribuída a Marcello, mas pesquisas recentes referem que a canção terá sido composta por Francesco Bartolomeo Conti (1681-1732): para mais informações sugere-se a consulta deste artigo)
Partitura: “Arie Antiche” volume 1, página 63, editora Ricordi
Tradução livre: Ana Celeste Ferreira

Pela adorada Cecilia Bartoli, acompanhada ao piano por György Fischer:


ORIGINAL:
Il mio bel foco,
O lontano o vicino ch'esser poss'io,
Senza cangiar mai tempre
Per voi, care pupille, arderà sempre.

Quella fiamma che m'accende
Piace tanto all'alma mia,
Che giammai s'estinguerà.
E se il fato a voi mi rende,
Vaghi rai del mio bel sole,
Altra luce ella non vuole
Nè voler giammai potrà.

TRADUÇÃO LIVRE:
O meu belo fogo,
Esteja eu perto ou longe,
Sem nunca se alterar
Irá arder sempre por vós, caros olhos.

Aquela chama que me acendeu
É tão querida à minha alma
Que jamais se apagará!
E se o destino me entregar a ti,
Adorados raios do meu belo sol,
Outra luz a minha alma não quererá,
Não poderá querer jamais.

4 comentários:

  1. Esta música é tao bonita,desde que a ouvi pela primeira vez que me apaixonei por ela ♡

    ResponderEliminar
  2. É linda, sim. Desta época há imensas árias fabulosas como esta, que irei também traduzir em breve. :)

    ResponderEliminar
  3. OBRIGADA PELA AJUDA! ESTOU ESTUDANDO ESSA ÁRIA. BJS.

    ResponderEliminar